Às 52.963 vagas abertas inicialmente foi feito um reforço 3.080 lugares, que resulta de um aproveitamento de vagas não preenchidas nos concursos especiais de acesso, à semelhança do que já tinha acontecido no ano passado.

Este ano, a primeira fase do concurso nacional de acesso às universidades e politécnicos contou com 63.878 candidaturas, mais 11 mil em comparação com as vagas disponibilizadas inicialmente e o maior número desde 1996.

A segunda fase de candidaturas começa na segunda-feira, 27 de setembro, e decorre até 08 de outubro, estando disponíveis as vagas que sobrarem da primeira fase e aquelas em que os colocados não concretizem a matrícula.

Podem candidatar-se os estudantes não colocados na primeira fase, os colocados na fase inicial que queiram concorrer novamente, os colocados que não se matriculem, os que, apesar de reunirem condições para isso, não se candidataram na primeira fase e os que só reuniram condições de candidatura depois de terminado o prazo para o efeito.

Os resultados primeira fase são divulgados às 00:00 de domingo e os da segunda fase a 14 de outubro.

IMA // HB

Lusa/Fim

A dose certa de informação. Sem contraindicações.

Subscreva a newsletter Dose Diária.

Esteja em cima do acontecimento.

Ative as notificações do SAPO.

Damos tudo por tudo, para não lhe falte nada de nada!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #portalSAPO nas suas publicações.