"Peço que todos os países se reúnam e tomem ações para limitar isso [a emissão de gases de efeito estufa]. Temos que pedir a todos os governos que definam compromissos ambiciosos", disse Sharma, durante um encontro virtual em Brasília com representantes brasileiros.

O pedido ocorreu num seminário promovido pela embaixada do Reino Unido em que os estados brasileiros do Pará e Pernambuco juntaram-se a São Paulo e Minas Gerais numa iniciativa chamada "Fechando o ciclo das ambições com a Corrida ao Zero no Brasil."

A campanha "Corrida para o Zero" foi lançada oficialmente em 23 de julho em Londres, visando a eliminação total das emissões de gases de efeito estufa até 2050.

O Pará é o primeiro dos nove estados da região amazónica a aderir ao programa, enquanto Pernambuco também é pioneiro da região nordeste do Brasil.

Durante a sua visita ao Brasil, Sharma mencionou os recentes problemas ambientais com inundações na China e na Europa, incêndios em diferentes regiões do mundo e o degelo polar, e destacou que a situação atual exige compromissos claros.

"Precisamos que eles nos digam como vão se adaptar às mudanças que já estão ocorrendo. Os governos têm que se certificar de que têm planos para garantir esses compromissos", ressaltou o britânico nascido na Índia.

No encontro com Sharma, os estados brasileiros do Amazonas, Espírito Santo, Maranhão, Paraná e Mato Grosso e Mato Grosso do Sul apresentaram os seus planos para participar no programa.

Além desses estados, várias cidades brasileiras também entregaram seus projetos, incluindo Rio de Janeiro, Curitiba e Belo Horizonte.

No total, o Brasil tem quatro estados, oito cidades e 99 empresas, lideradas pela fábrica de papel Klabin, a gigante de alimentos BRF e a fabricante mundial de cosméticos Natura, que reafirmaram seu compromisso com a COP26.

Sharma faz um 'tour' pela América do Sul por ocasião da reunião da COP26 que será realizada em novembro em Glasgow, na Escócia, e será precedida de outras reuniões, como o Fórum Mundial de Bioeconomia Circular, programado para acontecer no Brasil entre 18 e 20 de outubro.

Durante a sua visita ao Brasil, país que tem sido amplamente questionado por sua política ambiental com aumento de queimadas e desflorestação na região amazónica, Sharma também se encontrará com o ministro do Meio Ambiente, Joaquim Leite.

CYR // LFS

Lusa/Fim

A dose certa de informação. Sem contraindicações.

Subscreva a newsletter Dose Diária.

Esteja em cima do acontecimento.

Ative as notificações do SAPO.

Damos tudo por tudo, para não lhe falte nada de nada!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #portalSAPO nas suas publicações.