Os atentados foram cometidos por 12 piratas aéreos da rede Al Qaeda, que desviaram quatro aviões comerciais para atirá-los contra os símbolos económicos, militares e políticos dos Estados Unidos.

Dois aviões foram lançados contra o World Trade Center, em Nova Iorque, e um terceiro contra o Pentágono, perto de Washington DC.

O quarto avião provavelmente tinha como alvo o Capitólio, sede do Congresso, ou a Casa Branca, mas após a intervenção dos passageiros, a aeronave acabou por cair na zona rural de Shanksville, na Pensilvânia.

Recorde o que aconteceu naquele dia fatídico:

08h46 - O primeiro avião

O voo 11 da American Airlines, um Boeing 767 que descolou de Boston com destino a Los Angeles com 92 pessoas a bordo - inclusive cinco jihadistas -, choca a 790 km/h contra a torre norte do World Trade Center, abrindo uma fenda enorme nos andares superiores do edifício, que ficam em chamas. Uma espessa coluna de fumo ergue-se dos andares superiores do arranha-céus.

09h03 - Ataque contra a segunda torre

O voo 175 da United Airlines, também um Boeing 767 que descolou de Boston com destino a Los Angeles com 65 pessoas a bordo - inclusive cinco jihadistas -, choca a 950 km/h contra os andares superiores da torre sul, provocando uma gigantesca explosão.

créditos: AFP or licensors

09h05 - Bush é notificado

O então presidente George W. Bush começa a ler um conto para crianças numa escola de ensino fundamental de Sarasota, Flórida, quando o seu chefe de gabinete, Andrew Card, sussurra ao seu ouvido: "Um segundo avião atingiu a outra torre. Os Estados Unidos estão sob ataque".

09h25 - Encerramento do espaço aéreo

A Administração Federal de Aviação impede a descolagem de todos os aviões em território nacional.

09h30 - O presidente fala

Bush anuncia na escola da Flórida que deve voltar imediatamente a Washington por causa de "um aparente ataque terrorista".

09h37 - Ataque ao Pentágono

O voo 77 da American Airlines, que havia descolado do aeroporto Washington-Dulles, na Virgília, com destino a São Francisco com 64 pessoas a bordo, choca contra a fachada oeste do Pentágono após ser sequestrado por cinco jihadistas.

09h42 - Aviões em terra

As autoridades de aviação civil (FAA) ordenam a todos os voos comerciais que sobrevoam os Estados Unidos a aterrarem o quanto antes.

09h59 - A torre sul desmorona

A torre sul do WTC desmorona em 10 segundos, e rapidamente se forma uma chuva de fogo, aço e pó. O impacto foi tão grande que os vestígios de DNA de centenas de vítimas nunca foram encontrados.

10h03 - Um avião cai na Pensilvânia

O voo 93 da United Airlines que viajava entre Newark e São Francisco cai no campo em Shanksville, Pensilvânia, com 44 pessoas a bordo, incluindo quatro jihadistas. Alguns passageiros, informados pelo telemóvel do que estava acontecer em Nova Iorque, lutaram com os terroristas que tinham sequestrado o avião e impediram que este caísse sobre o Congresso, o Pentágono ou a Casa Branca, em Washington DC.

10h28 - A torre norte desaba

A torre norte do WTC desmorona 102 minutos depois de ter sido atingida. Uma imensa nuvem de pó cobre todo o sul de Manhattan.

13h04 - O presidente é retirado

George W. Bush, levado para a base aérea de Barksdale, na Louisiana, põe as forças armadas em "estado de alerta máximo" e promete "perseguir e punir os cobardes responsáveis" pelos atentados. O presidente é levado em seguida para a base aérea de Offutt, em Nebraska (centro), antes de retornar à Casa Branca às 19h.

20h30 - Discurso presidencial

George W. Bush dirige-se aos americanos do Salão Oval da Casa Branca e denuncia "atos terroristas desprezíveis, maléficos". Promete encontrar os responsáveis e assegura que Washington "não fará distinção entre os terroristas que cometeram estes atos e aqueles que os acolhem".

A dose certa de informação. Sem contraindicações.

Subscreva a newsletter Dose Diária.

Esteja em cima do acontecimento.

Ative as notificações do SAPO.

Damos tudo por tudo, para não lhe falte nada de nada!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #portalSAPO nas suas publicações.