Às 14:50 (hora de Lisboa), o índice Dow Jones descia 1,88% para 30.512,18 pontos e o Nasdaq, dominado pelo setor tecnológico, afundava 1,56% para 10.954,44 pontos.

O índice alargado S&P 500 recuava 1,74% para 3.758,82 pontos.

Na Europa, a bolsa de Frankfurt perdia 2,43%, Paris 2,33% e Londres 2,25%. Na bolsa de Lisboa, o índice PSI recuava 2,13%.

O euro também seguia no nível mais baixo desde há quase 20 anos face ao dólar, penalizado pela tensão energética na Europa e pela força da moeda norte-americana.

Às 14:05 (hora de Lisboa) o euro negociava a 1,0278 dólares, uma descida de 1,38% em relação ao valor de segunda-feira ao fim do dia.

O crescimento da atividade económica na zona euro abrandou fortemente em junho no setor privado, segundo o índice PMI composto da S&P Global.

Na bolsa nova-iorquina, que esteve encerrada na segunda-feira por ser feriado nos Estados Unidos, a Boeing liderava das quedas no índice Dow Jones, descendo 5% no começo da sessão.

O barril de petróleo do Texas (WTI) baixava 0,30% para 108,13 dólares e o preço do barril de Brent (de referência na Europa) para entrega em setembro recuava 2,37% para 110,28 dólares.

EO // CSJ

Lusa/fim

A dose certa de informação. Sem contraindicações.

Subscreva a newsletter Dose Diária.

Esteja em cima do acontecimento.

Ative as notificações do SAPO.

Damos tudo por tudo, para que não lhe falte nada de nada!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #portalSAPO nas suas publicações.