Em maio de 2022, a produção industrial brasileira variou 0,3% face a abril, no entanto, o setor ainda acumula um saldo negativo de 2,6% nos primeiros cinco meses deste ano. Em 12 meses, o resultado negativo acumulado pela indústria brasileira chegou a 1,9%.

De acordo com o IBGE, entre os setores que mais avançaram em maio em relação ao resultado de abril, nota-se o aumento de 7,5% no setor de máquinas e equipamentos, e de 3,7% no setor de veículos e carroçarias.

Por outro lado, houve queda de 5,6% nas indústrias extrativas e de 8% no setor químico.

Em 2021, a produção industrial do Brasil aumentou 3,9% em relação a 2020, após dois anos negativos, em linha com a recuperação económica do Brasil no segundo ano da pandemia de covid-19.

A economia brasileira cresceu 4,6% no ano passado, seu melhor desempenho desde 2010, e assim recuperou da queda de 3,9% em 2020, provocada pelos impactos da covid-19.

CYR // LFS

Lusa/Fim

A dose certa de informação. Sem contraindicações.

Subscreva a newsletter Dose Diária.

Esteja em cima do acontecimento.

Ative as notificações do SAPO.

Damos tudo por tudo, para que não lhe falte nada de nada!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #portalSAPO nas suas publicações.